Artigos

Governo do Amazonas, por meio da Sepror apresenta plano de ação para alavancar produção de café no estado

O titular da Secretaria de Estado de Produção Rural e Sustentabilidade (Sepror), Petrucio Magalhães Júnior, apresentou, na manhã de hoje (08/02), na sede da Indústria de Cafés 3 Corações, os planos do Governo do Amazonas para fortalecimento da cafeicultura no Amazonas. Na ocasião, ele conheceu as instalações da Indústria que passará a adquirir matéria-prima dos produtores locais.

Durante a apresentação, Petrucio destacou as ações de governo previstas para serem atingidas entre os anos de 2019 e 2022, como aumentar a produção de 7 mil para 360 mil sacas/ano; firmar parcerias com institutos de pesquisa, de crédito e de financiamento; realizar a construção de 20 armazéns municipais e comunitários; recuperar 500 hectares de ramais e capacitar técnicos e produtores.

“O sistema Sepror, a Embrapa, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e Federação da Agricultura estão trabalhando de forma integrada, para sensibilizar novos produtores e novos municípios a aderirem ao cultivo do café Conilon, que é ideal para as nossas condições climáticas e florestais. Também, vamos trabalhar a capacitação, tanto dos técnicos do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), como também dos produtores rurais”, informou Petrucio.
Fomento à produção regional – O gerente da Indústria de Cafés 3 corações, Joseliton Lopes, informou que a matéria-prima da fábrica vinha toda de fora, mas que a partir de agora passará a importar menos e começará a comprar mais dos cafeicultores locais, fomentando a produção regional.

“Existe uma grande expectativa nossa de a médio e longo prazo estarmos comprando toda a linha de café robusta, tipo Conilon, aqui do estado do Amazonas. Isso também vai fazer com que a gente ajude a fomentar a produção local e a prospectar não só a produção, mas também a comercialização”, disse Joseliton.

Fortalecimento do segmento – O produtor rural e membro da Associação Solidariedade Amazonas (ASA), Roque Lins, acredita no apoio oferecido pela Fábrica 3 Corações e no plano de ação do governo do Amazonas para fortalecimento do segmento.

“A gente espera que, a partir de agora, o Governo do Estado invista pesado em projetos, nos ajude com investimentos, com tecnologia e técnicos capacitados para acompanhar o projeto”, pediu Roque.

Dados de 2018 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indicam que todo café cultivado no Estado é do tipo Conilon, por conta da sua maior rusticidade e maior adaptação às condições de floresta tropical. A quase totalidade do plantio está concentrada na região sul do estado, principalmente no município de Apuí.

Produção no Brasil – O Brasil é o maior produtor e exportador de café e o segundo maior consumidor do produto no mundo. O consumo interno de café no Brasil em 2017 foi estimado em 21,5 milhões de sacas, que correspondem a 1,07 milhão de toneladas. Com esse volume, o nosso País se destaca como segundo maior consumidor de café em nível mundial, sendo precedido pelos Estados Unidos, que consomem em torno de 25,8 milhões de sacas de café.

***

FOTOS: DJALMA JUNIOR/SEPROR
Assessoria de Comunicação da Sepror- Mayana Tomaz (98121-5632)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *