64CBD48C-F76A-41E1-A048-EE7D2C4C5677.jpeg
Artigos

Sindicato do Jornalistas do Amazonas entra com ação trabalhista contra A Crítica

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM) ingressou na segunda-feira, 14 de novembro, junto a Justiça do Trabalho no Estado com uma Reclamatória Trabalhista por meio da qual requer o imediato pagamento dos salários atrasados dos jornalistas empregados nos jornais A Crítica e Manaus Hoje (Empresa de Jornais Calderaro Ltda) da Rede Calderaro de Comunicação – RCC.

A denúncia encaminhada nesta segunda-feira, 13, pelos jornalistas delegados de redação revela, segundo o presidente da entidade, jornalista Wilson Reis, a gravidade do problema que atinge os jornais na cidade de Manaus. “Pela Convenção Coletiva de Trabalho, as empresas devem pagar seus empregados até o dia 5 de cada mês. Entretanto, não têm conseguido cumprir com o que diz a cláusula da CCT”, lembrou Reis.

QUEM PAGA

É real a situação de desespero de repórteres e editores na redação de um dos maiores impresso na cidade de Manaus. Com compromissos financeiros vencidos neste início do mês de novembro, os jornalistas terão que arcar com juros e multas em contas de água, luz, celulares, aluguéis e, principalmente, na fatura do cartão de crédito. “A empresa vai pagar com atraso e não incluirá valores adicionais para honrarmos os juros do cartão”, lembrou um empregado que preferiu não se identificar.

A ação ajuizada por meio da Assessoria Jurídica do SJP/AM, além de requerer o pagamento imediato dos salários atrasados, solicita também da Justiça o bloqueio das contas do jornal para garantia de futuras execuções.

A Ação impetrada pelo Sindicato dos Jornalistas na Justiça do Trabalho gerou o Processo nº 0000495-23.2017

 

#header-bar { z-index: 3000; } body { font-size: 120%; }