Municípios

“A prefeitura de Tabatinga quer se apropriar das obras do governo do estado”, critica Doutor Rogélio Campuzano

Aliado do governador Wilson Lima e representante do Partido Social Cristão (PSC) e do Partido Social Democrático (PSD) na cidade de Tabatinga(AM), distante 1.110 quilômetros de Manaus, o médico cirurgião Doutor Rogélio Campuzano, junto com o vereador Hilal Hayssam (PODEMOS), têm alertado a população de Tabatinga para que não acreditem nas notícias veiculadas à exaustão – sobretudo em redes sociais – de que as intervenções nas ruas da cidade são obras da prefeitura. “Não são. Na realidade o prefeito Saul Bemerguy se apropria de projetos e obras do governo do estado e até federais para tentar melhorar sua imagem, hoje bastante negativa no município”, afirmou Doutor Rogélio.

“De forma inusitada, ele planta notícias e matérias nas rádios da cidade, em sites e blogs, sobre assinaturas de convênios, obras de concretagem de ruas nos bairros, sugerindo tratar-se de obra da própria Prefeitura, quando, na verdade, a iniciativa integra programa promovido pelo governo do estado do Amazonas”, disse.

Segundo o vereador Hilal Hayssam, “o prefeito é profissional em querer aparecer, ´colocar a cereja no bolo dos outros´ de obras que jamais foram suas ou vieram de sua combalida administração”. O vereador sustenta que a Prefeitura se apresenta como responsável direta pelas obras, fazendo publicidade ostensiva, com o objetivo de angariar credibilidade junto à população.

Segundo a lei em vigor, obras realizadas nos municípios ou capitais devem ser identificadas com placas visando informar com transparência à população: quanto está sendo investido, o que está sendo feito, empresa responsável e principalmente informar se a obra é executada pelo governo federal, estadual ou municipal. Quando é feito através de parcerias, convênios entre município, governo estadual ou municipal, faz-se necessário também ser informado.

Doutor Rogélio, que está em Manaus, foi recebido pelo vice-governador Carlos Almeida Filho e relatou o que tem ocorrido em Tabatinga. Acrescentou ainda que os prefeitos de Benjamin Constant e Atalaia do Norte, Davi Bemerguy e Nonato Tenazor, respectivamente, “parece terem combinado, os três, de se apropriarem indevidamente de obras do Governo Estado com se suas fossem”, asseverou, relatando que nesses municípios se repetem a prática.

Para Doutor Rogélio, quando o governo municipal recebe obras do estado ou da federação e as divulga exclusivamente como único e exclusivo realizador dessas obras no mínimo comete desonestidade, sem citar outras ilegalidades. Algumas obras de concreto de ruas realizadas exclusivamente pelo empenho e verbas do governo estadual foram assumidas e divulgadas pela equipe dessas prefeituras como se realizadas pelo governo municipal.

Rogélio afirma ainda que a parceria entre o governo do estado e a prefeitura de Tabatinga, por exemplo, seria o governo fazer a concretagem das ruas e a contrapartida da prefeitura seria a construção de meio fio, calçadas e bueiros. “Infelizmente a prefeitura não fez o papel dela, pois inexistem bueiros e calçamento. A chuva do feriado (15) mostrou que a várias casas localizadas nas ruas onde está havendo a concretagem foram inundadas por águas pluviais justamente porque a prefeitura não fez a parte dela que era construir bueiros para dar vazão as águas”, salientou.

ALE, SEDUC e SEPROR

Doutor Rogélio aproveitou sua estada em Manaus e visitou a secretaria de educação do Estado onde alinhou alguns programas educacionais com a atual Secretaria Executiva Adjunta do Interior, professora Ana Maria de Araújo Freitas.

Na Assembleia Legislativa do Amazonas esteve acompanhado seu seu aliado politico, deputado Fausto Jr (PV) com quem discutiu emendas parlamentares impositivas para a cidade de Tabatinga no ano de 2020.

 

No cumprimento de uma agenda local, Campuzano compareceu ainda em audiência com o secretário da SEPROR, Petrúcio Melo, e Milton Castro, secretário geral da vice-governadoria, pessoa que, segundo Rogélio, o governo do estado está muito bem atendido pela sua competência, lisura e denodo profissional. Foi através do secretário Miltinho que Campuzano recebeu a informação de que ainda nesta semana o governador Wilson Lima o receberá em audiência.