Desgoverno

‘Governador Wilson Lima está na hora de o senhor assumir o governo’, cobra Sidney Leite

Em uma live em suas redes sociais na noite desta quarta-feira (9) após votação do projeto da cessão onerosa na Câmara dos Deputados, o deputado federal Sidney Leite (PSD) denunciou o desgoverno de Wilson Lima e cobrou que ele desempenhe, verdadeiramente, o seu papel de governar o Estado.

“Governador Wilson Lima, entendo que é chegada a hora de o senhor assumir, efetivamente, o governo. Não dá para brincar com a vida das pessoas. São em torno de 4 milhões de amazonenses que dependem do governo em todas as áreas: educação, saúde, segurança e que precisam de um governante que tenha responsabilidade com as pessoas”, cobrou.

A declaração de Sidney Leite é consequência da decisão do governo do Estado em, mais uma vez, remanejar fundos de investimentos para poder sanar problemas financeiros que o governo não consegue administrar. O Estado quer retirar R$ 300 milhões do FMPES, geridos pela Agência de Fomento do Estado (Afeam), para pagar o décimo terceiro salário dos servidores.

Para o parlamentar, em dez meses o atual governo não disse ainda para quê veio e demonstra, claramente, estar perdido na gestão administrativa.

“Retirar recursos que são destinados a micro e pequenos empreendedores, num momento em que o Estado passa extrema dificuldades na geração de emprego e renda, é atuar contra os trabalhadores. É lamentável, porque na educação, por exemplo, há recursos do Fundeb para pagar o décimo dos professores”, disse Leite.

O parlamentar também criticou a conivência da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), que tem dado aval para essas propostas do governo, a exemplo da reforma administrativa, em que a empresa contratada para realizar o projeto de reforma cobrou R$ 4 milhões e a estimativa de “economia” projetadas com as mudanças são de R$ 5 milhões. “Ou seja, não tem reforma. Estão brincando com a vida das pessoas e isso é grave”, acrescentou.

Sidney Leite lembrou que medidas semelhantes adotadas pela então presidente Dilma Rousseff culminou em sua cassação por fazer pedalada fiscal com o BNDES e Caixa Econômica. “E é o que este governo está propondo fazer com o apoio da Assembleia Legislativa, que é muito mais grave ainda, tirando dinheiro de investimentos que poderiam estar sendo direcionados para gerar emprego e renda”, observou.

O deputado adiantou que acionou sua equipe jurídica para verificar quais providências legais poderá tomar em relação ao remanejamento de recursos da Afeam, cuja proposta será votada nesta quinta-feira (10) em regime de urgência pelos deputados estaduais.

Pior governo para o setor primário

Defensor do setor primário no Estado, o deputado denunciou, ainda que o governo Wilson Lima tem sido o pior governo para o este segmento e deu exemplos. Ele afirmou que os números praticados para financiamento agrícolas têm sido irrisórios e o programa de mecanização não está sendo efetivado por conta da legislação ambiental.

Na mesma fala, o parlamentar denunciou também o descaso no interior do Estado, em que pessoas doentes estão morrendo por falta de UTI aérea e cobrou maior rigor e fiscalização por parte dos órgãos de controle do Estado, como o Ministério Público Estadual e o de Contas.

+++++++++++++++++++++++++++
Assessoria de Comunicação: Valéria Costa
(92) 99243-3086
Foto: Divulgação/PSD Brasília