Atentado Político?

Médico baleado em Tabatinga chega em Manaus e vai ao MP e IML

O médico Doutor Rogélio Campuzano, 45 anos, baleado no último domingo, dia 12/01, enquanto atendia em sua clínica na cidade de Tabatinga(AM), distante 1.110 quilômetros de Manaus, por um homem que usava capacete de motociclista para não ser reconhecido, está em Manaus onde prestou depoimento ao Ministério Público do Estado do Amazonas.

Com os ferimentos visíveis – foram dois disparos na cabeça (lado direito e esquerdo) e uma perfuração que varou-lhe o ombro esquerdo – todos de raspão, mostra que o pré-candidato a prefeito da cidade de Tabatinga teve muita sorte e “proteção divina” como falam seus inúmeros seguidores nas redes sociais. Os ferimentos por si só demonstram que o atirador queria ceifar a vida do médico com tiros na cabeça, sem chance de recuperação, disse o primeiro médico que atendeu Doutor Rogélio ainda no hospital de Tabatinga.

Alcançado por nossa reportagem, Rogélio disse que irá ainda ao IML, Instituto Médico Legal, para que os ferimentos seja analisados por peritos especializados e, de posse do laudo conclusivo, fazer chegar a todos que os tiros foram para matá-lo sem qualquer chance de defesa.

Rogélio afirma que irá as últimas consequências para elucidar esse crime visto que “a sociedade não só de Tabatinga mas de todo o Amazonas, não pode ficar a mercê de crimes de pistolagens e sem que a causas sejam desvendadas”.

Dizendo não dever nada a ninguém, e que pratica a medicina diariamente em sua clínica médica particular, atendendo  notadamente aos mais humildes, Rogélio afirma que o recado já foi dado e que está preparado e que tem, ainda, um exército de homens e mulheres tabatinguenses que serão seus seguranças. “O povo está atônito, impactado com a violência covarde que sofri”, afirmou Rogélio.

Ao mesmo tempo em que se recupera do ocorrido, Rogélio afirmou a nossa reportagem que terá  audiência com o governador Wilson Lima, e ainda na polícia federal do Amazonas onde irá relatar oficialmente tudo o que passou na noite de domingo, 12/01.
Disse que estará mais atento a partir da ocorrência e agradece a Deus pelo dom da vida e do livramento, e as orações e pensamentos positivos que lhe chegaram. “Sou escravo e grato a esse povo que mais do que nunca precisa de mim”, finalizou.

 

Veja vídeo inédito onde Dr. Rogélio mostra os ferimentos: