Improbidade e Crime ambiental

Vereador denuncia prefeito por usar trator da prefeitura em sua fazenda e queima irregular de 20 hectares

O prefeito Jair Souto teria feito terraplanagem e queima de floresta virgem com máquina da administração municipal 

O vereador Elias Martins (DEM) de Manaquiri (AM) através de vários vídeos gravados na última sexta-feira(28), denunciou o prefeito Jair Souto (MDB) por uso de maquinário de uso exclusivo da prefeitura municipal para derrubar árvores e realizar terraplanagem em área pertencente ao prefeito localizado na rodovia AM 354, km 11 entre as cidades de Manaquiri/Careiro.

Em vídeo gravado pelo próprio vereador ele relata: “Olha aí gente. Isso é a máquina da prefeitura trabalhando no terreno do prefeito. Para ajeitar o teu ramal não pode mas no terreno dele pode”, diz o vereador.

Numa área estimada pelo vereador em 20 hectares, Elias Martins diz no vídeo que foi praticada a queima ilegal de mais de 20 hectares, um crime ambiental “a olhos vistos”, relata. “Cadê o pessoal do meio ambiente? O produtor rural se queimar uma quadra o Ibama vai pra cima, e porque não com o prefeito nada acontece”, questiona o vereador informando a nossa reportagem que irá ingressar no Ministério Público Estadual oficializando as denúncias. “Vou procurar IPAAM, Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas, órgão responsável pelo controle ambiental no Estado, por meio das ações de licenciamento, fiscalização e monitoramento ambiental das atividades potencialmente e efetivamente poluidoras e degradadoras do meio ambiente, bem como, aquelas relacionadas à educação ambiental.

O vereador reuniu ainda diversas fotografias onde se constata a movimentação do trator na propriedade do prefeito Jair Souto, além da comprovação de que a propriedade foi declarada ao Tribunal Regional Eleitoral (eleições 2020) como “área produtora de cítricos”, avaliada em 51.500,00 reais. “O que vemos na área foi uma quantidade muito grande de bois e vacas que são do prefeito. Isso não foi declarado”, disse o vereador que calcula “por alto algo em torno de 1 mil animais.”

No documento que será apresentado na Promotoria de Justiça, o vereador Elias Martins relata que não foi a primeira vez que o fato aconteceu no município. “Encaminho os fatos ora por mim citados, a fim de que seja apurado por esta promotoria os atos lesivos praticados pelo prefeito de Manaquiri. Se constatada tal ilegalidade, observamos que o prefeito atropelou por completo os ditames legais e agiu como se os veículos fossem de sua propriedade, como se estivéssemos em uma terra sem lei. Caracterizando ato de improbidade administrativa que atentou contra os princípios norteados da Administração Pública”, diz o vereador no relato.

Um morador da região que não quis de identificar, informou a nossa equipe de reportagem, que a ação de máquinas públicas operando em propriedade privada, é constante em Manaquiri. “Eu já vi várias vezes as máquinas da prefeitura trabalhando em áreas particulares. Este fato é rotineiro em nosso município, eu espero que as autoridades competentes tomem providências em relação a estes casos”, frisou o munícipe.

A coluna tentou contato com o prefeito Jair Souto para fazer um contraponto sobre as denúncias do vereador pelo telefone celular (92) 984xx-xx27 sem sucesso.

*******

Veja o Vídeo

 

*******

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.